Aos Musicistas

     Esta seção está destinada a todos que têm na Música sua fonte de inspiração, sua atividade amadora ou profissional, ou simplesmente gostam de ouvir Música! 

Universalizando  Evolução Musical  Música nas Escolas   Música Instrumental

 

 

O Universo Nasceu de um sOM?

O som dá à consciência uma prova de sua existência, embora a parte ativa da consciência é que realmente se transforma em som. 

Todas as coisas derivadas e formadas de vibrações, possuem um som escondido dentro de si, assim como o fogo se esconde na pedra, e cada átomo do universo, pelo seu tom, confessa: «Minha única origem é o som». Se batermos em qualquer
corpo sonoro, sólido ou ôco, êle responderá: «Sou som».
O som tem nascimento, morte, sexo, forma, planeta, Deus, cor, meninice, mocidade e velhice, mas o volume do som que está na esfera abstrata, além da esfera do concreto, é a fonte e a base de todos os sons.
Tanto o som como a cor têm efeito sôbre a alma humana, de acordo com a lei da harmonia: uma alma delicada é afetada pela cor e uma alma ainda mais delicada é afetada pelo som. O tom tem efeito, ou de calor ou de frio, conforme seu elemento, pois todos os elementos são constituídos de diferentes graus de vibrações. O som, portanto, pode produzir efeito agradável ou desagradável sobre a mente  e o corpo humanos e tem efeito curativo na ausência de ervas ou drogas, que também têm sua origem nas vibrações.
A Terra tem vários aspectos de beleza e diversidade de sons. Seu ponto de maior ressonância é a superfície, seu formato é um crescente e sua cor é amarela. O som da Terra é pouco claro e surdo e produz no corpo humano uma comoção, uma atividade e movimento. Todos os instrumentos de fio de arame e de tripa e os instrumentos de percussão como o tambor, o címbalo, etc. representam o som
da Terra.
O som da água é profundo, tem a forma de uma serpente, é de cor verde e ouve-se melhor no rugido do mar. O som da água corrente, dos riachos nas montanhas, o gotejar e bater da chuva, o som da água despejada de um pote para uma jarra, de um cano para uma tina, de uma garrafa para um copo, todos estes sons têm efeito agradável e vivificante, cuja tendência é produzir imaginação, fantasia, sonho, afeição e emoção. O instrumento chamado Jalatarang é um arranjo de tijelas e copos de porcelana graduados por tamanhos e cheios de água na proporção da escala desejada: para abaixar o tom usa-se maior quantidade de água e para elevar o tom usa-se menor quantidade. O efeito destes instrumentos sobre as emoções ao coração é muito tocante.
O som do fogo é de alta ressonância, sua forma é a espiral e é de cor vermelha. É ouvido na queda de um raio e numa erupção vulcânica, no som de um fogo quando crepita, no barulho de foguetes, bombas, rifles, espingardas e canhões. Todos eles têm a tendência de produzir medo.
O som do ar é ondulante, tem a forma do ziguezague e sua cor é azul. Sua voz é ouvida nas tempestades, quando o vento sopra e no murmúrio da brisa matinal. Tem o efeito de romper, arrebatar e comover. O som do ar encontra expressão em todos os instrumentos de sopro feitos de madeira, cobre e bambu. Seu efeito é acender o fogo dos corações, como Rumi escreveu em seu Masnavi a respeito da flauta. Krishna é sempre mostrado na arte Indiana com uma flauta. O som do ar domina todos os outros sons, pois é vivificante e em qualquer aspecto sua influência produz o êxtase.
O som do éter conserva-se dentro de si mesmo e tem todas as formas e cores. É a base de todos os sons e o seu subtom é que é contínuo. Seu instrumento é o corpo humano porque pode se tornar audível através dele. Embora penetre em tudo, mesmo assim não é audível . Manifesta-se no homem quando este purifica seu corpo das propriedades materiais. O corpo pode se tornar seu instrumento apropriado quando o homem abre um espaço dentro de si, quando todos os canais e veias ficam livres. Assim, o som que existe externamente no espaço se manifesta também internamente. O efeito deste som é o êxtase, iluminação, tranqüilidade, intrepidez, arroubo, alegria e revelação. A alguns êle se manifesta por si, a outros quando estão num estado negativo causado por doença do corpo ou da mente. Para nenhuma dessas pessoas representa ele um benefício, ao contrário faz com que se tornem anormais. Somente por meio de práticas secretas conhecidas pelos místicos é que este som eleva as pessoas que se abrem para ele.

A mistura do som da terra e do som da água produz ternura e delicadeza. O som da terra e do fogo produz aspereza. Quanto à combinação dos elementos, temos: O som da terra e do ar produz vigor e força. O som da água e do fogo tem efeito vivificador e animador. O som da água e do éter tem efeito calmante e reconfortante. O efeito do som do fogo e do ar é terror e medo. O som do fogo e do éter tem efeito de rompimento e liberação. O som do ar com o éter produz calma e paz.

 

Texto extraído do livro  A  Mensagem Sufi, de Hazrat Inayat Khan - Capítulo  Misticismo do Som




 

Ainda não há nenhum videoclipe